Navarra reforça identidade com símbolos heráldicos

Posted: 2 Outubro, 2005 in Amares, Arte, Artesanato, Braga, entrevista, Espectáculo, fotografia, Liberdade, Portugal, Reportagem

Navarra é uma freguesia situada a norte do concelho de Braga, com 2,24 km de área, 454 habitantes e uma densidade populacional de 202,7 habitantes/km. A agricultura foi a principal fonte de riqueza desta população, nos tempos mais remotos, hoje, outras actividades ajudam a suportar a economia da freguesia, particularmente a industria e o sector terciário. Mas, na agricultura, a produção vinícola e o cultivo do milho, é ainda hoje, o sustento de algumas famílias. No enquadramento histórico do processo de heráldica da Freguesia de Navarra, perde-se no tempo, a fundação desta freguesia bracarense. Embora sejam escassos os seus dados históricos, sabe se por exemplo, que a antiga localidade de S. Lourenço de Navarra foi, durante mais de um século, uma vigararia anexa à abadia de Crespos. Em 1757, ambas as localidades possuíam 123 fogos.


Foi no passado dia 2 de Outubro, que os habitantes da freguesia de Navarra, viram pela primeira vez, os Símbolos Heráldicos da Freguesia de Navarra.
Foi uma cerimónia simples, levada a cabo pelo Presidente da Junta de Freguesia de Navarra, Sr. Francisco Oliveira, pelo Presidente da Assembleia Municipal, Sr. José António e demais executivo, que fizeram questão em afirmar, de que “não se trata de uma inauguração, mas sim da apresentação, de uma obra só agora finalizada”.
Também o pároco da freguesia e o Presidente da Câmara Municipal de Braga, Eng. Mesquita Machado, estiveram presentes.A nova bandeira de Navarra foi içada, depois de uma cerimónia de bênção e da explicação da heráldica escolhida, pelo Sr. José António, Presidente da Assembleia Municipal;


OS SÍMBOLOS HERÁLDICOS
O Brasão, é o conjunto de elementos simbólicos, representativos da Freguesia, que teve parecer favorável da Comissão Heráldica da Associação dos Arqueólogos Portugueses, nos termos da Lei 53/91 de 7 de Agosto, assim ordenados:

• Uma coroa mural de prata de três torres.
• Grelha a negro grelha que surge em representação do santo padroeiro da Freguesia S. Lourenço.
• O cacho de uvas de púrpura, folhado e gavinhado de verde – simbolizando a agricultura que foi a principal fonte de riqueza da população, nos tempos mais antigos.
• A faixa ondulada de azul e prata representa o rio Cávado que banha a Freguesia.
• E por fim, um listel branco, com a legenda: NAVARRA.

Durante a cerimónia, foi apresentado um brasão em madeira de castanho, esculpido pelo artista amarense, Jorge Oliveira, obra, apresentada pelo Eng. Mesquita Machado, tendo o jovem artista, sido alvo de honrosos aplausos e rasgados elogios da generalidade dos presentes, levando o Eng. Mesquita Machado a afirmar, “tudo fazer” para que “esta arte não desapareça”, e que terá “todo o apoio” da sua parte.
No que se refere às lacunas da freguesia (saneamento e pavimentos), promete empenhar-se, e apoiar o executivo, na sua execução.
No final desta parte protocolar, todos os que aderiram a esta cerimónia, puderam participar num fausto aperitivo.

Manuel Araújo

Deixe uma Resposta

Please log in using one of these methods to post your comment:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s