Há dias que deparo com situações que me irritam. E hoje foi um deles. São duas situações as quais tenho dificuldade de entender…

O primeiro, foi o caso do iPhone, que a Apple anunciou recentemente e que custa nos Estados Unidos 200 dólares. Tendo em conta a baixa do dólar, na Europa o preço deveria rondar os 127 euros.

Mas a realidade é bem outra. O dito cujo, em Portugal custa entre 500 a 600 EUROS e limitadíssimo no que refere ao tráfego, e com períodos de fidelização vergonhosos. Fiquei decepcionado.

Na Suíça, ou na Holanda por exemplo, o mesmo aparelho cusa menos de metade.

Porquê estes valores, se somos dos países com menor poder de compra da Europa.

Quem entender, diga algo…

-.-.-.-.-.-

O segundo caso, mais mediático e polémico, devido ao fanatismo desportivo, é o do novo Seleccionador Nacional de Futebol.

Não tenho nada contra o Prof. Queiroz, mas esta é uma outra situação que me irrita e não entendo muito bem, porque um treinador, seja ele de que modalidade for, ganhe UM MILHÃO E QUINHENTOS MIL EUROS durante um ano, disse UM MILHÃO E QUINHENTOS MIL EUROS.

Fiz algumas contas e fiquei admirado e até envergonhado, com a envergadura do valor do vencimento, do novo timoneiro da Selecção de quase todos os portugueses… O mesmo fiz, aquando da contratação do “milagreiro” Scolari… e fartaram-se de me “dar porrada”. Alguns desses defensores do “sargentão”, hoje, já pensam de forma diferente…

Refiro-me aqui ao anunciado Seleccionador Nacional de Futebol, mas poderia falar também dos vencimentos e reformas vitalícias, verdadeiramente escandalosas de Administradores, Juízes, etc. Adiante…

Temos dos melhores jogadores do Mundo (dizem), que jogam nos melhores e maiores clubes no estrangeiro (dizem), e acredito, que haviam outros treinadores mais baratos e com MAIS provas dadas, mas,… quem manda pode – lá diz o povo com razão.

Como já disse, nada tenho contra, ou a favor desse sr., mas quando em Portugal já se passa fome e se ganha o mísero salário mínimo de 426 euros e onde outros nem sequer isso ganham, eu nunca chegarei a entender como isto é possível… e não entendo, como em tempo de crise generalizada, se semeia dinheiro desta forma.

Quem entender, explique…

Já agora ficam aqui os números, eles falam por si…

Por ano UM MILHÃO E QUINHENTOS MIL EUROS.

Por mês, ele, aufere a “módica” quantia de 125.000 euros (CENTO E VINTE E CINCO MIL EUROS)

Por dia, mais de 4.000 euros, (QUATRO MIL EUROS) (o equivalente ao vencimento de UM mês do nosso Primeiro Ministro)

Deixe uma Resposta

Please log in using one of these methods to post your comment:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s