“Caso Esmeralda” – Sargento dá autógrafos em feira de enchidos

Posted: 29 Julho, 2008 in Coisas, Embustes, Espectáculo, Eventos, Liberdade, Literatura, News, Noticias, Opinião, Política, Portugal, Privilegios, Show, Social

O sargento Luís Gomes, “pai” afectivo da Esmeralda, vai prestar mais uma sessão de autógrafos em Vila de Rei na Feira de Enchidos, Queijo e Mel, no domingo, pelas 17h00. No passado dia 27, os populares pediram mais uma sessão ao autor do livro “Amo-te Filha! – Caso Esmeralda”

É caso para dizer que quem tem amigos “gordos e altos”, tem tudo… até pode dar-se ao luxo de “sequestrar” uma “filha” que NÃO é dele, e depois escrever livros, dar autógrafos e ser aplaudido.

Não me admira que numas próximas eleições tenhamos aí o “pai” a candidato de uma Câmara qualquer…

Leia a cronologia dos acontecimentos

ou o

Acordão do Supremo Tribunal de Justiça

Comentários
  1. A seguir, publico um extracto de um texto sobre o caso Esmeralda, subtraído do blog do Advogado José Maria Martins.

    Hoje ouvi um juiz, o Dr. Rui Rangel ,dizer que deveria ser participado criminalmente o Dr. José Luis Martins, porque falou alto, disse algumas coisas que vão no coração e no pensamento de tantos portugueses.
    E ofendeu a magistratura, a sacrossanta magistratura do País mais miserável da União Europeia, aquele Estado da UE que é a chacota da Europa.
    E o que disse o Dr. José Martins foi mais ou menos isto: Como admitir que uma pessoa que não tem filhos, que terá “comprado” a Esmeralda , que já foi condenado pelo crime de subtracção de menor, TER A MESMA MENOR À SUA GUARDAR!!!!
    Na verdade que Estado é Portugal quando é condenado um individuo pelo crime de subtracção de menor, da menina Esmeralda, e depois o Tribunal mantém a menor à guarda de quem foi condenado pelo facto de a ter substraído!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!! Só num Estado de brincadeira!!!
    Agora o advogado tem de ser perseguido criminalmente porque atacou os “sacrossantos” “magistrados”????????
    Só o facto de o sargento Gomes ter amigos de peso permite esta insanidade cívica!
    Um pai é privado da filha depois de quem a subtraíu ter sido condenado criminalmente por tê-la subtraído? Porque o pai verdadeiro é pobre?
    Que Justiça é esta? Em que país vivemos?
    E o advogado é que tem de ser “punido”?
    Parece-me que é tempo de perguntar: Quando é que o Desembargador Dr. Rui Rangel se cala?
    Como é que um magistrado vem nos meios de comunicação social apoiar a tese do sargento Gomes – ao dizer que faria o mesmo que a colega de Torres Novas – quando está sujeito a um dever de imparcialidade e isenção?
    O Dr. Rui Rangel se quer falar livremente nos media que deixe de ser magistrado e venha para advogado, ganhar de acordo com o vencimento das causas.
    Mas ver um juiz desembargador apoiar a incriminação de um advogado ,que se calhar está a trabalhar de borla, quando o senhor juiz ganha aí um mil contos por mês, não é aceitável.
    Eu conheço o Dr.Rui Rangel, há cerca de 20 anos.Tenho por ele o maior respeito. Mas como advogado e cidadão não aceito as suas posições públicas que me parecem desrazoáveis e que não deveriam ser sequer emitidas, pelo dever de reserva a que está sujeito.
    Estou farto das posições públicas do Dr. Rui Rangel.
    Vivemos numa República de Juízes?

    in http://josemariamartins.blogspot.com/

Deixe uma Resposta

Please log in using one of these methods to post your comment:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s