Se eu for…

Posted: 1 Março, 2011 in Portugal

Se eu for rei deste país

Primeiro-ministro ou assim,

Prometo mudar a vida

Do princípio ate ao fim!

Começava por mim mesmo:

Menos vinte motoristas,

Menos 30 seguranças,

2 ou 3, sem dar nas vistas.

Municípios? só metade

e freguesias nem isso;

– Paciência, meu compadre

dez casas, 20 pessoas…

tá maluco do toutiço?

Há que poupar, pessoal.

Embaixadores, só activos

E em sítios q a gente veja;

uma dúzia já chegava

para me fazer brotoeja;

gestores públicos então…

só gente de confiança

trabalhando à comissão;

se falisse o Instituto

estavam lixados q eu mesmo

os mandava para o lixo,

que, com eles, há que ser bruto!

No Banco de Portugal

perguntava ao pessoal

quem achavam de mais sério

de entre os trabalhadores,

mais dotado e competente

e era esse o meu escolhido!

(- se aceitasse um salário

vinte vezes mais decente!…)

Ministros a meu cuidado

gente proba, gente séria;

dez carros por ministério

tudo carrinhos modestos

que o país está na miséria!

Veremos, se não chegar…

Mas atenção – que a Policia

Tenha dinheiro para gasóleo

Se tiver q trabalhar!

Aos credores digo que sim:

– Pagaremos, pagaremos…

Mas não podemos pagar

se não nos cobrarem menos!

Onde ia buscar dinheiro?

Ao sol que nos queima pele,

à força do mar que temos;

Ao vento q passa em Sagres

e ninguém o aproveita;

aos luxos, frotas e ouros

que ornamentam esta seita!

Aos milhares de subsídios

a quem não quer fazer nada,

enquanto tantos procuram

trabalho, já sem mesada;

às marinas, aos iates

offshores, avionetes!…

comigo a Tesouraria

enchia à força e sem fretes;

sem robalos, nem Godinhos

nem Varas, nem sucatada!

Despesas do Estado? Poucas.

TGV’s ? Só à chapada;

E vendia submarinos,

mais metade dos quartéis,

e limitava a reforma

a 5000 magistrados

e 30 000 coronéis!

Se isso não der dinheiro

eu vou ali e já venho!…

Sim eu sei que estou demente

Nunca serei presidente

mas se fosse… mais contente

andaria toda a gente!

Era tão simples, tão simples

governar este país

de uma forma competente!

Porque afinal o segredo

para ser feliz, é ser sério,

Sem mentiras, nem enredo…

Portanto, está combinado!

Mandam-se mil para o degredo

E mudamos este fado.

Amanhã recomeçamos,

De manhãzinha, bem cedo

tudo ficará mudado!

Eu não serei. Mas alguém

vos vai virar o bailado…

Protagonistas caducos,

tachistas de todo o lado,

preparai-vos, bandidotes

Tanto lixásteis o povo

que o povo… anda lixado!

por Pedro Barroso

Terça-feira, 1 de Março de 2011 às 0:13


Comentários
  1. araujo diz:

    Tantas verdades Pedro, tantas verdades…

Deixe uma Resposta

Please log in using one of these methods to post your comment:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s