Tesouros do Antigo Egipto no Porto

Posted: 22 Setembro, 2011 in Portugal

“Coleção Egípcia da Universidade do Porto” abre ao público a 23 de Setembro

Pensar no Antigo Egipto remete a imaginação para cenários fantásticos, povoados por múmias, esfinges, sarcófagos e faraós. Pois bem, a partir do próximo dia 23 de Setembro, a imaginação vai tornar-se realidade quando o edifício da Reitoria da U.Porto abrir ao público as portas da exposição “Colecção Egípcia do Museu de História Natural da Universidade do Porto”.Naquele que promete ser um dos pontos alto das comemorações do Centenário da Universidade do Porto, mas também do cartaz cultural da cidade em 2011, os visitantes vão poder usufruir de uma verdadeira aula de História em três dimensões, proporcionada pelas 103 peças que compõem o núcleo egiptólogo daU.Porto. Esta é, afinal, uma oportunidade rara para conhecer aquela que se configura como a segunda maior colecção de antiguidades faraónicas conservadas em Portugal.Máscaras funerárias, múmias, amuletos, um sarcófago, vasos para guardar as vísceras do defunto, escaravelhos e estatuetas funerárias são alguns dos tesouros que vão recriar os hábitos de vida dos antigos egípcios numa sala preparada para o efeito no 3º piso do edifício da Reitoria. Aí estarão representadas “praticamente todas as grandes épocas da história do antigo Egipto”, revela Luís Manuel Araújo, egiptólogo, professor da Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa e comissário científico da exposiçãoAlém de apreciarem a riqueza patrimonial e científica da exposição, os visitantes vão também ter a oportunidade de conhecer a forma como a colecção chegou à Universidade do Porto. Trata-se, na verdade, de um espólio oferecido a Portugal em 1926 pelo governo alemão, numa “atitude de gratidão” pela devolução de um navio aprisionado e retido no país durante a I Guerra Mundial, quando transportava um importante espólio arqueológico originário de Assur, na antiga Mesopotâmia. Em 1921, o espólio do “Cheruskia” foi cedido à U.Porto por decisão de Augusto Nobre, então ministro da Instrução Pública e histórico cientista e professor da Universidade, tendo servido posteriormente como “moeda de troca” no processo que trouxe a colecção egípcia do Museu de Berlim para o Porto.

A inauguração da exposição está agendada para as 17 horas do dia 22 de Setembro e será precedida de uma conferência sobre “As colecções egípcias em Portugal”, protagonizada por Luís Manuel Araújo. Uma hora depois, cabe a Rogério Sousa, do Instituto Superior de Ciências da Saúde-Norte, apresentar o catálogo da colecção. Já no dia 23 de Setembro, pelas 18h00, Luís Manuel Araújo fará a apresentação do catálogo no Fórum da FNAC de Santa Catarina, no Porto.

Após a inauguração, a “Colecção Egípcia do Museu de História Natural da Universidade do Porto” pode ser visitada de segunda a sexta-feira entre as 10 e as 17 horas. A entrada é livre.

Mais informações em http://centenario.up.pt/


Deixe uma Resposta

Please log in using one of these methods to post your comment:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s