Archive for the ‘Poesia’ Category

SÃO JOÃO

Posted: 23 Junho, 2011 in Braga, Cultura, Ferias, Poesia, Porto, Portugal

Celebra-se o São João
A vinte e quatro de Junho
Como manda a tradição
Que nos passou testemunho.

Em muitas localidades
Entre as quais o Porto e Braga
Há grandes festividades
Que o tempo jamais apaga.

Alhos-porros e martelos
São seculares tradições
Com galhofantes duelos
Que distraem multidões.

Há rusgas e bailaricos
Folia e sardinha assada
E compram-se manjericos
Para dar à namorada.

Existem outros lugares
Onde há marchas e fogueiras
Que nos Santos populares
São comuns e rotineiras.

É assim a tradição
Festiva e cultural
Dedicada a São João
Em terras de Portugal.


Euclides Cavaco

ILC contra o Acordo Ortográfico

Colabore com a nossa Causa.

Pode organizar recolhas de assinaturas?

Envie email para receber conjunto de ficheiros para recolha de assinaturas múltiplas (com impresso de 14 assinaturas por página): click AQUI.

 

Os “cozinheiros” do anedótico Acordo:


Sempre Natal

O Natal não é somente
Celebrar solenemente
A data mais conhecida
Natal é qualquer momento
De amor e sentimento
Que ilumina a nossa vida.

É o dar sem receber
É no coração conter
Dimensão de caridade
É dar esmola ao mendigo
Ajudar os sem abrigo
Com franca fraternidade.

Natal é pró ser humano
Qualquer altura do ano
Em que visita um doente
Quando aos fracos dá a mão
E aos tristes em solidão
Ou conforta alguém ausente.

Natal é a força maior
A grande lição de amor
Que Cristo nos veio trazer
Sem grandes filosofias
Natal é todos os dias
Quando o queiramos fazer !…

Euclides Cavaco

 

O Acordo vai nu?

—————-
Now playing: Enya – Sumiregusa
via FoxyTunes

A gripe A (H1N1) já contaminou 26.563 pessoas em 73 países e causou 140 mortes, indica o último balanço da Organização Mundial de Saúde (OMS).

A declaração de Pandemia estará por dias…

—————- Listening to: Pedro Barroso – Swing via FoxyTunes

Ser mulher

É ser esposa e companheira
Amante terna e fagueira
Que o amor sabe entender

(mais…)

imagem8

Professional Web Hosting for $6.95

(mais…)

Escute:

imagem10

Radicado na Bélgica há longos anos, António da Silva criou um portal de informação gratuito, o www.luso.be, destinado a todos os lusófonos e pretende ser um elo de ligação para troca de ideias, vivências e informações.
O luso.be, possui um serviço de notícias da Comunidade, Classificados, Receitas culinárias, Literatura, Musica, Entrevistas, um Fórum de discussão e muito mais.
O portal foi reconstruído, tem nova imagem, é funcional e precisa de colaboradores para alimentar as diferentes rubricas, mas outras poderão ser criadas.
Desde já, a equipa do luso.be agradece a sua visita e conta com a sua colaboração.
http://www.luso.be

Um amigo suíço, quer separar-se (amigavelmente) da sua companheira de fins de semana, uma “casinha” situada no paraíso do Torrão.
Como “uma imagem vale mais do que mil palavras”, é melhor ver…

(mais…)

Ramiro S. Osório

Meti toda a minha vida a saber desenhar como uma criança.” (Picasso)

É desse modo que é preciso demonstrar que um acordo ortográfico não pode fazer o que os seus defensores dizem que pode. Talvez alguns saibam que não pode. Talvez o móbil seja outro. E andam uns mitos no ar.

“ALGUNS MITOS MENORES POSTOS À CIRCULAÇÃO” PELOS DEFENSORES DO “ACORDO”:

1º MITO (mais…)

Há dias que deparo com situações que me irritam. E hoje foi um deles. São duas situações as quais tenho dificuldade de entender…

O primeiro, foi o caso do iPhone, que a Apple anunciou recentemente e que custa nos Estados Unidos 200 dólares. Tendo em conta a baixa do dólar, na Europa o preço deveria rondar os 127 euros.

Mas a realidade é bem outra. O dito cujo, em Portugal custa entre 500 a 600 EUROS e limitadíssimo no que refere ao tráfego, e com períodos de fidelização vergonhosos. Fiquei decepcionado.

Na Suíça, ou na Holanda por exemplo, o mesmo aparelho cusa menos de metade.

Porquê estes valores, se somos dos países com menor poder de compra da Europa.

Quem entender, diga algo…

-.-.-.-.-.-

O segundo caso, mais mediático e polémico, devido ao fanatismo desportivo, é o do novo Seleccionador Nacional de Futebol.

Não tenho nada contra o Prof. Queiroz, mas esta é uma outra situação que me irrita e não entendo muito bem, porque um treinador, seja ele de que modalidade for, ganhe UM MILHÃO E QUINHENTOS MIL EUROS durante um ano, disse UM MILHÃO E QUINHENTOS MIL EUROS.

Fiz algumas contas e fiquei admirado e até envergonhado, com a envergadura do valor do vencimento, do novo timoneiro da Selecção de quase todos os portugueses… O mesmo fiz, aquando da contratação do “milagreiro” Scolari… e fartaram-se de me “dar porrada”. Alguns desses defensores do “sargentão”, hoje, já pensam de forma diferente…

Refiro-me aqui ao anunciado Seleccionador Nacional de Futebol, mas poderia falar também dos vencimentos e reformas vitalícias, verdadeiramente escandalosas de Administradores, Juízes, etc. Adiante…

Temos dos melhores jogadores do Mundo (dizem), que jogam nos melhores e maiores clubes no estrangeiro (dizem), e acredito, que haviam outros treinadores mais baratos e com MAIS provas dadas, mas,… quem manda pode – lá diz o povo com razão.

Como já disse, nada tenho contra, ou a favor desse sr., mas quando em Portugal já se passa fome e se ganha o mísero salário mínimo de 426 euros e onde outros nem sequer isso ganham, eu nunca chegarei a entender como isto é possível… e não entendo, como em tempo de crise generalizada, se semeia dinheiro desta forma.

Quem entender, explique…

Já agora ficam aqui os números, eles falam por si…

Por ano UM MILHÃO E QUINHENTOS MIL EUROS.

Por mês, ele, aufere a “módica” quantia de 125.000 euros (CENTO E VINTE E CINCO MIL EUROS)

Por dia, mais de 4.000 euros, (QUATRO MIL EUROS) (o equivalente ao vencimento de UM mês do nosso Primeiro Ministro)

Euclides Cavaco é um vulto ímpar nas Comunidades portuguesas, cidadão e Homem do Mundo, grande mensageiro da Cultura e da Língua de Camões. Radicado no Canadá há mais de 35 anos, é com toda a justiça, apelidado de “Embaixador da Língua e Cultura de Camões”.

Euclides Cavaco esteve no Minho na Biblioteca Municipal de Vila Verde no passado dia 19, onde à noite lançou “Horizontes da Poesia”. Durante a tarde, em Amares, homenageou Sá de Miranda junto ao túmulo.

Após ter almoçado com amigos na Churrasqueira de Caldelas, seguiu para Carrazedo, Amares, onde homenageou Sá de Miranda junto ao túmulo.

Acompanhado por amigos e pelo vereador da Cultura da Câmara Municipal de Amares, Dr. Emanuel Magalhães visitou a Quinta da Tapada em Fiscal Amares. (mais…)

22 Jun 2008 – Correio do Minho

Ecos da poesia

“A obra de Euclides Cavaco é resumidamente a tenacidade de mais de 35 anos dedicados à divulgação da Língua e Cultura Portuguesa, dignificando com convicção patriótica a ‘Nossa Gente’, as nossas coisas e o nome de Portugal no mundo.”

José da Cunha Rodrigues

Esta semana senti-me honrado em apresentar um livro chamado “Horizontes da Poesia”, de Euclides Cavaco. Euclides Cavaco nasceu no concelho de Mira, distrito de Coimbra. Ainda muito jovem decidiu ir para Lisboa tendo assim concluído o curso geral dos liceus e frequentado posteriormente os estudos superiores. Começou a escrever poesia nos seus anos académicos e dela tem feito uma constante da vida. (mais…)


Montagem executada para a apresentação do tema de vida “Comunicação Social”, pelos formandos da AIMinho – Braga 2007
 Poema de Euclides Cavaco. (www.euclidescavaco.com)


Não consegue escutar? 

Então… clique aqui: WINAMP
Ou… aqui:  MEDIA PLAYER

Foi ao acaso que descobri este blog, o qual quero partilhar convosco.

Parabéns “Mané”


horizontesdapoesia.jpgNo dia Internacional da Poesia EUCLIDES CAVACO apresentou aos seus amigos e leitores de todo o mundo através da internet o seu novo livro HORIZONTES DA POESIA.

A obra deste ilustre compatriota, emigrado há mais de 35 anos no Canadá e justamente apelidado “Embaixador” da Língua Portuguesa, vai ser lançada em Portugal em Maio e Junho deste ano.

Estão agendadas sessões publicas para a apresentação da sua obra em: ALMADA, AVEIRO, FUNCHAL, LISBOA, MIRA, SEIXAL, SEIXO e VRSA em Portugal, mas o autor está receptivo a convites que possam surgir de outras localidades e de outros países.

Euclides Cavaco, nasceu no concelho de Mira, e em 1970 radicou-se no Canadá, onde ainda reside. Em 1974 com um grupo de amigos fundou o programa de televisão Saudades de Portugal, de cujo foi apresentador. Em 1976 foi nomeado Comissário Público pelo Governo do Ontário. Em 1980 criou a RÁDIO VOZ DA AMIZADE, da qual é director e locutor há mais de 25 anos.

Mais sobre o autor e o seu novo livro em: www.euclidescavaco.com

—————-
Now playing: Euclides Cavaco – Amália
via FoxyTunes

A partir de Janeiro de 2008, Brasil, Portugal e os países da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa – Angola, Brasil, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Moçambique, Portugal, São Tomé e Príncipe e Timor Leste – terão a ortografia unificada.

O português é a terceira língua ocidental mais falada, após o inglês e o espanhol. A ocorrência de ter duas ortografias atrapalha a divulgação do idioma e a sua prática em eventos internacionais. Sua unificação, no entanto, facilitará a definição de critérios para exames e certificados para estrangeiros. Com as modificações propostas no acordo, calcula-se que 1,6% do vocabulário de Portugal seja modificado. No Brasil, a mudança será bem menor: 0,45% das palavras terão a escrita alterada. Mas apesar das mudanças ortográficas, serão conservadas as pronúncias típicas de cada país.

O QUE MUDA NA ORTOGRAFIA EM 2008: (mais…)

 

Sempre Natal

O Natal não é somente
Celebrar solenemente
A data mais conhecida
Natal é qualquer momento
De amor e sentimento
Que ilumina a nossa vida.

É o dar sem receber
É no coração conter
Dimensão de caridade
É dar esmola ao mendigo
Ajudar os sem abrigo
Com franca fraternidade.

Natal é p’ro ser humano
Qualquer altura do ano
Em que visita um doente
Quando aos fracos dá a mão
E aos tristes em solidão
Ou conforta alguém ausente.

Natal é a força maior
A grande lição de amor
Que Cristo nos veio trazer
Sem grandes filosofias
Natal é todos os dias
Que o queiramos fazer !…


Euclides Cavaco

 

Blogged with Flock

Lúgubre Dia

Posted: 27 Outubro, 2007 in Morte, Poemas, Poesia, Portugal

Amargo foi o dia em que partiste,
Sem sequer dizeres adeus na despedida,
Pesaroso, melancólico, abalado e triste,
Fiquei eu meditando… quanto frágil é a vida!…

Eras via de esperança nas manhãs de cada dia,
Mas eis que um atalho encurtou o teu caminho,
Empobrecendo todo um reino de alegria,
Com a perda de tão extremoso pergaminho.

Fizeste da existência, um jardim de amizade.
Feita flor, davas perfume a toda a gente
E só deixaste connosco, pétalas de saudade!…

E cada pétala desfolhada… comovente,
Chora connosco, por toda a eternidade,
Tua partida, em nós sempre presente!…

Autor: Euclides Cavaco

—————-
Now playing: Fleetwood Mac – Dreams
via FoxyTunes

Para a mentira ser segura

e atingir profundidade,

deve trazer à mistura

qualquer coisa de verdade…

(António Aleixo)

imagem9.png

É o grandioso projecto a que Vitor Duarte Marceneiro, neto do grande fadista Alfredo Marceneiro, corajosamente sonhou dar vida.

O poeta e declamador luso-canadiano Euclides Cavaco aderiu desde a primeira hora à iniciativa, compondo expressamente para o efeito um poema de louvor à bela capital de Portugal a cujo o próprio Vitor Marceneiro adicionou este video.

Manuel Carvalho Escritor

O CD do terceiro passatempo PORTUGAL DE LÉS A LÉS, foi entregue a uma vencedora de Braga, a Sra. Ana Pinto.

Trata-se de um CD de poesia declamada, autografado pelo autor, o ilustre poeta Euclides Cavaco,

Recebemos 11 respostas, tendo acertado correctamente duas leitoras. Uma respondeu no dia 23 e a segunda no dia 25. A todos que participaram muito obrigado.

E a localidade era Alcácer do Sal… Pela omissão desta informação peço desculpa àos leitores e leitoras 😉

P.S.: Obrigado Vera…