Archive for the ‘Portugal’ Category

Vai trabalhar malandro.

Posted: 31 Janeiro, 2017 in Portugal

tumblr_static_7taof7ouzh8g0g4k8000s8w0s_640_v2

Desde há dias, um “caramelo” vaidoso e inútil que pensa que está a “trabalhar” anonimamente, tenta a todo custo aceder à administração dos meus dois blogues.

Sei o que ele pretende limpar, mas não terá sorte. Se isso eventualmente acontecesse há arquivos onde nunca poderá aceder. Descansa meu menino e não faças ondas.

Ó nabo… sabias que que há ferramentas que te descobrem a careca?

Se continuas a meter nojo vais ter uma surpresa. Ai vais, vais.

[E]migrei…

Posted: 28 Janeiro, 2014 in Portugal

Venha daí… clique.

10154902_750445931691168_4203246693692361661_n

A máfia médica

Posted: 14 Janeiro, 2014 in Portugal

A máfia médica.

Notícias

Posted: 14 Janeiro, 2014 in Portugal

Meu actual Blog

FOME em Portugal

Posted: 14 Janeiro, 2014 in Portugal

Clique aqui ou sobre a imagem

 

FOTOGRAFIA

Posted: 14 Janeiro, 2014 in Portugal

iGalerie – FOTOGRAFIA

Peritos gregos e americanos criticam o limite ao consumo total de gorduras.

O extinto sal marinho e os perigos do sal refinado.

Excesso de flúor na água é perigo para a população.

Perigos do Cafezinho: Copos descartáveis liberam substância nociva ao homem quando aquecidos.

Aspartame

Posted: 16 Julho, 2013 in Portugal

Aspartame.

Mudei…

Posted: 13 Novembro, 2011 in Portugal

Mudei-me para outra morada.

Acompanhe-me.

Clique sobre a imagem…

 

 

Desde 1981, celebra-se, a 16 de Outubro, o Dia Mundial da Alimentação. Esta data é comemorada por mais de 150 países com o intuito de alertar e consciencializar a opinião pública para questões globais relacio-nadas com a nutrição e alimentação. No ano 2000, Kofi Annan, na sua mensagem alusiva ao Dia Mundial da Alimentação, lembra que «o problema da fome é particularmente agudo no mundo em desenvolvimento. Uma em cada cinco pessoas dos países em desenvolvimento não tem acesso a alimentação com a qualidade suficiente. Em África, uma em cada três crianças sofre de subnutrição crónica. No total, 6 milhões de crianças em idade pré-escolar morrem todos os anos, em consequência da fome».

Efeméride – 14 de Outubro de 1946

Posted: 14 Outubro, 2011 in Portugal

1946 – Homenagem ao actor João Villaret

Com a colaboração de Amália Rodrigues, Vasco Santana, Ribeirinho e António Silva, realizou-se, em Lisboa, no dia 14 de Outubro de 1946, um espectáculo de homenagem a João Villaret. O homenageado interpretou, pela primeira vez, Quatro Odes de Miguel Torga intituladas A PoesiaA LuzAo Vento e A Baco.

Fonte: Diário Popular n.º 1454, de 14-10-1946, p. 2

 

 

 

O escândalo da Madeira ultrapassa tudo o que se possa conceber em termos de uso dos dinheiros públicos para promoção política local.

Descobrem-se agora os milhões – alias, milhares de milhões! …- gastos em obras muitas vezes de gosto e necessidade muito duvidosa. Por outro lado, quando pensamos Madeira temos a tendência para imaginar um “quase país” independente, uma espécie de filho reguila, gastador, estarola e sistematicamente contrariado; mas conferindo-lhe sempre uma importância e dimensão q nunca teve.

A Madeira, porem, cabe inteirinha no concelho de Odemira por exemplo; e só a ilha de S Miguel nos Açores já é maior que o “país” de João Jardim.

A impugnação imediata e julgamento por crime de gestão danosa de dinheiros públicos é imperiosa e não pode haver quaisquer reticencias do governo da Nação com este perigoso e irresponsável esquizofrénico.

Dizer apenas que não se vai lá fazer campanha é pouco.
, este irrisório e mal criado sujeitinho, … era bem mais seguro.
Sobretudo para todos nós, que lhe pagamos os luxos e a poltrona há tanto tempo!

Pedro Barroso

Tesouros do Antigo Egipto no Porto

Posted: 22 Setembro, 2011 in Portugal

“Coleção Egípcia da Universidade do Porto” abre ao público a 23 de Setembro

Pensar no Antigo Egipto remete a imaginação para cenários fantásticos, povoados por múmias, esfinges, sarcófagos e faraós. Pois bem, a partir do próximo dia 23 de Setembro, a imaginação vai tornar-se realidade quando o edifício da Reitoria da U.Porto abrir ao público as portas da exposição “Colecção Egípcia do Museu de História Natural da Universidade do Porto”.Naquele que promete ser um dos pontos alto das comemorações do Centenário da Universidade do Porto, mas também do cartaz cultural da cidade em 2011, os visitantes vão poder usufruir de uma verdadeira aula de História em três dimensões, proporcionada pelas 103 peças que compõem o núcleo egiptólogo daU.Porto. Esta é, afinal, uma oportunidade rara para conhecer aquela que se configura como a segunda maior colecção de antiguidades faraónicas conservadas em Portugal.Máscaras funerárias, múmias, amuletos, um sarcófago, vasos para guardar as vísceras do defunto, escaravelhos e estatuetas funerárias são alguns dos tesouros que vão recriar os hábitos de vida dos antigos egípcios numa sala preparada para o efeito no 3º piso do edifício da Reitoria. Aí estarão representadas “praticamente todas as grandes épocas da história do antigo Egipto”, revela Luís Manuel Araújo, egiptólogo, professor da Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa e comissário científico da exposiçãoAlém de apreciarem a riqueza patrimonial e científica da exposição, os visitantes vão também ter a oportunidade de conhecer a forma como a colecção chegou à Universidade do Porto. Trata-se, na verdade, de um espólio oferecido a Portugal em 1926 pelo governo alemão, numa “atitude de gratidão” pela devolução de um navio aprisionado e retido no país durante a I Guerra Mundial, quando transportava um importante espólio arqueológico originário de Assur, na antiga Mesopotâmia. Em 1921, o espólio do “Cheruskia” foi cedido à U.Porto por decisão de Augusto Nobre, então ministro da Instrução Pública e histórico cientista e professor da Universidade, tendo servido posteriormente como “moeda de troca” no processo que trouxe a colecção egípcia do Museu de Berlim para o Porto.

A inauguração da exposição está agendada para as 17 horas do dia 22 de Setembro e será precedida de uma conferência sobre “As colecções egípcias em Portugal”, protagonizada por Luís Manuel Araújo. Uma hora depois, cabe a Rogério Sousa, do Instituto Superior de Ciências da Saúde-Norte, apresentar o catálogo da colecção. Já no dia 23 de Setembro, pelas 18h00, Luís Manuel Araújo fará a apresentação do catálogo no Fórum da FNAC de Santa Catarina, no Porto.

Após a inauguração, a “Colecção Egípcia do Museu de História Natural da Universidade do Porto” pode ser visitada de segunda a sexta-feira entre as 10 e as 17 horas. A entrada é livre.

Mais informações em http://centenario.up.pt/


Projecto Animais de Rua

A Animais de Rua celebra hoje os 7000 animais esterilizados!

Hoje é um dia especial para a Animais de Rua, que não podíamos deixar de partilhar com todos os nossos amigos. Hoje, o contador de esterilizações (que todos podem acompanhar na página inicial do nosso website) marca 7000 animais esterilizados!

Aqui fica a nossa profunda gratidão a todas as pessoas que tornaram possível esta mudança extraordinária nas vidas de 7000 animais do nosso país: aos voluntários que dedicam o seu tempo livre, faça sol ou chuva, a capturar e a cuidar dos animais, a toda a equipa do back-office que trabalha incansavelmente na parte administrativa da associação, aos veterinários que realizam as cirurgias a custo reduzido, aos padrinhos que financiam as esterilizações, às empresas que apoiam o nosso trabalho, às autarquias que cooperam connosco e a todos os nosso apoiantes, que estão sempre ao nosso lado, a comemorar as nossas vitórias e ajudar-nos a superar as situações difíceis com que nos vamos deparando. Sem todos e cada um de vocês, não estaríamos a celebrar este marco tão importante para a história da AdR. Muito obrigada a todos!

Animais de Rua no programa Sociedade Civil!

No âmbito das iniciativas do Ano Europeu do Voluntariado, a Animais de Rua foi convidada para participar no Sociedade Civil. Quem não teve oportunidade de assistir ao programa, poderá ver o vídeo da nossa participação na secção de Comunicação Social do nosso website:http://www.animaisderua.org/comunicacao_social

Novos Núcleos de Faro e Sintra precisam muito de voluntários!

Outra notícia que muito nos orgulhamos de vos transmitir é a abertura de dois novos Núcleos, que irão operar nas zonas de Sintra e Faro. São duas localidades onde existe uma necessidade muito urgente da nossa intervenção, com inúmeras colónias e animais de rua a precisar de ajuda. Precisamos, com muita urgência, de voluntários para estes dois novos núcleos. Se reside na zona de Sintra ou Faro, por favor considere dedicar algum do seu tempo livre a esta causa! Há muitas formas de ajudar: capturas, boleias dos animais para as clínicas, pós-operatórios, campanhas e trabalhos administrativos. Para mais informações, por favor contacte: geral@animaisderua.org

Se reside na zona de actuação de um dos outros Núcleos (Porto, Lisboa ou Lagos), contacte-nos também! Todos os núcleos precisam muito de voluntários para conseguirem chegar a mais animais em risco.

Campanha de lançamento de moedas na fonte do MAR Shopping continua!

Quando for ao IKEA de Matosinhos ou ao MAR Shopping, não se esqueça de lançar uma (ou várias! :)) moeda na fonte da entrada principal do MAR Shopping. Todas as moedas lançadas à fonte são doadas à Animais de rua!

Número Solidário Animais de Rua!

Por menos de 1€, poderá ajudar a Animais de Rua, ligando para o 760 300 161 (0,60€ + IVA). Se fizer uma chamada por semana, estará a dar um contributo precioso ao nosso programa de esterilizações.

Muito obrigada!

A equipa da Animais de Rua

 

Associação Animais de Rua — Esterilização e Protecção de Animais em Risco
http://www.animaisderua.org/
geral@animaisderua.org

A “fraude” do 11 de Setembro

Posted: 11 Setembro, 2011 in Fraude, Portugal

Após ver estes documentários, sobre o “atentado” do 11 de Setembro” e sem querer afirmar que se trata ou não, de uma “fraude”, realmente existem sérias dúvidas e deixa-nos muitas questões sem resposta…

Veja os vídeos, pense com a própria cabeça e tire as suas conclusões. Comente…

Leia este texto de 2003

 

Os vídeos:

O Jornalista da Time e CNN, Fareed Zakaria que apresenta o programa Global Public Square (GPS), com grande audiência nas noites de domingo, recebeu o economista e Prémio Nobel Paul Krugman e também KenRogoff (ex-líder do FMI) para analisar a situação da economia norte-americana. As declarações de Krugman não passaram despercebidas aos telespectadores mais atentos, pois o Prémio Nobel, “apelou”  para uma invasão alienígena nos EUA para solucionar a crise e reactivar a economia.

Paul Krugman afirmou, que quando não há consumo suficiente, a economia é reduzida e reduz o crescimento. Portanto segundo ele, é necessário aumentar o consumo de qualquer forma, e uma invasão extra-terrestre viria ajudar. Um ataque alienígena provocaria um grande aumento da despesa pública na defesa e também toda a sociedade devido ao medo generalizado, passaria a produzir mais bens para resistirem e se protegerem deste “ataque”, o que reactivaria a economia…


Gostaria de aprofundar um pouco as críticas que se fazem muito justamente à política cultural que tem sido recorrente em todos últimos Governos, sendo profundamente solidário com todos os agentes culturais que se sentem feridos e insultados por ela.

De facto, a Arte e a Cultura são expressões maiores e das mais diferenciadoras que existem de um povo e de um País.

Faz mais por vezes pelo seu país um musico, numa hora em cima de um palco, que muitos embaixadores e diplomatas uma vida inteira.

É lamentável que se gaste tanto dinheiro com por exemplo, um exército convencional – será que ainda não se percebeu que hoje já ninguém invade ninguém e que as ameaças de segurança actualmente derivaram de armas e de método? – E tão pouco no culto da imagem externa do país.

Sendo relativamente poucos milhares no computo de uma Nação, os seus artistas e Investigadores, desportistas, etc bem poderiam ser mais ajudados pois são muito mais paradigma nacional que os próprios políticos, sinceramente sempre iguais em toda a parte. Coisa que eles sabem claro, e não gostam…

Talvez daí a sua legislação tergiversa e prolixa num sistema subsidiário que apenas protege e integra os amigos dos amigos. Produzir Arte e Cultura são das formas mais elevadas seguramente, de dar vida a uma imagem morta de Portugal sem chama, adiado e adormecido sob o estigma do insulto político e económico.

No palco ou na galeria de arte, tal como nas pistas e espaços desportivos não há outro rating que o da performance e da verdadeira e evidente qualidade.

A extinção de um simples batalhão, seus vencimentos anuais, gastos militares, armamento pesado e ligeiro, carros militares ou de serviço e outras mordomias, daria para construir 1000 auditórios com piano de cauda e todas as condições técnicas pelo país fora.

Em Portugal verifica-se existir um dos povos com menos conhecimento artístico e musical da Europa. A concepção de divertimento tem andado pelo Marco Paulo, as “Doce”, depois a Ágata e hoje o Tony carreira, para não resumir na canção pinga amor, pelas idas ao futebol e pelas festarolas de foguetório. Lamento mas é verdadeiramente o que sinto – é esse o conceito de celebração de um povo que não lê senão “a bola”, que pensa que Paganini é o ultimo gajo que o Benfica contratou e que Vergílio Ferreira, espera, já sei, parece-me que é um qualquer corredor da Sicasal.

Assim, de facto…vamos continuar a esperar muito tempo ainda, por um país mais culto e com valores e objectivos muito modificados e distantes em relação ao actual provincianismo pimba. E a política cultural parece não ver isto, fechada que está entre as redomas de lóbis do palácio da Ajuda e no espartano espartilho orçamental…

Pedro Barroso

Músico e Maestro

www.pedrobarroso.com

SÃO JOÃO

Posted: 23 Junho, 2011 in Braga, Cultura, Ferias, Poesia, Porto, Portugal

Celebra-se o São João
A vinte e quatro de Junho
Como manda a tradição
Que nos passou testemunho.

Em muitas localidades
Entre as quais o Porto e Braga
Há grandes festividades
Que o tempo jamais apaga.

Alhos-porros e martelos
São seculares tradições
Com galhofantes duelos
Que distraem multidões.

Há rusgas e bailaricos
Folia e sardinha assada
E compram-se manjericos
Para dar à namorada.

Existem outros lugares
Onde há marchas e fogueiras
Que nos Santos populares
São comuns e rotineiras.

É assim a tradição
Festiva e cultural
Dedicada a São João
Em terras de Portugal.


Euclides Cavaco

ILC contra o Acordo Ortográfico

Colabore com a nossa Causa.

Pode organizar recolhas de assinaturas?

Envie email para receber conjunto de ficheiros para recolha de assinaturas múltiplas (com impresso de 14 assinaturas por página): click AQUI.

 

Os “cozinheiros” do anedótico Acordo:


A generalidade dos jornais portugueses adoptará o novo Acordo Ortográfico a partir do próximo ano, com o “Público” a permanecer inalterável na decisão de não aderir ao novo modelo.
“Sol”, “DN”, “JN”, “i” e “A Bola” são títulos que adoptarão o novo acordo durante 2011. Actualmente, o semanário Expresso e o desportivo Record são os jornais cujos textos já seguem o novo Acordo Ortográfico, que encontra-se também já em vigor no mundo dos media na agência Lusa e na revista “Visão”, por exemplo.

O semanário “Sol” aplicará o acordo aquando do quinto aniversário, na edição de 16 de setembro, disse fonte da direcção. Já o desportivo “A Bola”, garantiu o director Vítor Serpa, aplicará o acordo quando se iniciar o ano lectivo, em outubro, período que será também o da aplicação do Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa no sistema educativo.

Menos concretas são as metas de outros títulos. No caso do “DN” “não há decisão tomada” para a adopção do acordo, garantindo o director João Marcelino que o jornal “vai utilizar a data limite” e o processo de transição até à passagem para os documentos oficiais.

No “JN”, por seu turno, “estão a ser dar passos” para a introdução em 2011, embora o director José Leite Pereira não avance ainda com uma meta. O desportivo “O Jogo”, do mesmo grupo (Controlinveste), não tem também um prazo concreto para começar a escrever com o novo Acordo Ortográfico.

“Algures durante 2011″ é a projecção que Manuel Queiroz, director do “i”, faz para a aplicação do acordo no diário do grupo Lena.

Posição levada ao “limite”

Caso diferente é o do “Público”, que desde um editorial de dezembro de 2009 declarou que não iria colocar em prática o Acordo Ortográfico, contestando as alegadas vantagens de uma norma global para o português escrito.

Contactada pela Lusa, a directora Bárbara Reis reiterou a posição do jornal asseverando que o “Público” levará “até ao limite” a sua posição.

O “Correio da Manhã”, da Cofina, começou a adopção ao novo acordo em 2009, e a ideia, explicou fonte oficial da Cofina, é “aderir paulatinamente” ao Acordo Ortográfico.

Nos económicos, o “Jornal de Negócios” (Cofina) não tem ainda uma decisão formada, sendo este um assunto “em agenda”. No entanto, explicou o director adjunto João Cândido da Silva, o título deverá aderir “provavelmente algures em 2011″ ao acordo.

Processo discutido na redacção

O “Diário Económico”, por sua vez, anunciou no começo do ano que iria adoptar o acordo ortográfico em 2010, com o director António Costa a considerar então que o processo devia ser “discutido com a redacção”.

O responsável do jornal detido pela Ongoing, contactado pela Lusa, remeteu detalhes sobre a entrada do acordo ortográfico no jornal para mais tarde.

No que refere às televisões, a aplicação do Acordo Ortográfico está dependente de um entendimento comum entre os operadores, o que até ao momento ainda não se verificou.

Fonte:

http://aeiou.expresso.pt/publico-recusa-adotar-acordo-ortografico-em-2011=f623501

Mesmo na noite mais triste

em tempo de servidão

há sempre alguém que resiste

há sempre alguém que diz não.

Ser português…

Posted: 9 Junho, 2011 in Comunidade, Euclides, Poemas, Portugal

Euclides Cavaco

É amar a Pátria Portuguesa
É tê-la sempre presente…
E gostar…
Com muita firmeza,
Das nossas coisas
E da nossa Gente.

Ser português,
É vibrar de emoção
Ao descobrir
Entre mil bandeiras,
Desfraldadas ao vento,
A bandeira da Nação. (mais…)

Ao tentar publicar este vídeo no facebook, apareceu esta mensagem indicando que se tratava de um “conteúdo bloqueado que foi denunciado como abusivo”.

Espero que isto tenho sido um “engano” do sistema, pois caso tenha sido bloqueado efectivamente, é caso para pensar no que virá a seguir… mas tal como ele, eu “nunca me engano e raramente tenho dúvidas”…